Menu

Newsletters



Sobre a Secção

Em 1978 um grupo de entusiastas e coleccionadores, realizaram com apoios diversos, incluindo a administração dos C.T.T., uma Mostra Filatélica. Foi o estímulo para a criação da secção de filatelia.

Esta vai ser o elo de ligação entre a cultura, a recreatividade, o desporto e o associativismo. No selo havia um pedaço das finalidades e do escopo do Clube.

Em 1979, e integrado nas Festas da Vila, é realizada a I Mostra de Filatelia do Clube de Caça e Pesca de Oliveira do Hospital. No ano seguinte, foi realizada com um êxito total, a II Mostra Filatélica do Clube, que teve a presença do presidente da Federação Portuguesa de Filatelia, e integrada nas comemorações concelhias do Ano de Camões. 1982 e 1983 ficariam marcados pela realização do Salão Filatélico Cruz de Malta. Em 1984 os C.T.T. editam uma marca postal comemorativa do 10º aniversário do Clube.

As décadas de 80 e de 90 do século passado ficam também marcadas por muitos selos coleccionados por parte do Clube e de vários associados.

Actualmente o Clube continua a coleccionar os selos que vão sendo emitidos em Portugal.

PEÇAS FILATÉLICAS EMITIDAS

Marcofilia é um ramo da Filatelia que estuda as marcas postais.

A sua função é a de obliteração e de informação.

Pode revestir-se de muita importância (acontecimentos que pela sua natureza mereçam da parte dos Correios de Portugal a criação desse carimbo) e designam-se por carimbos manuais especiais comemorativos ou simplesmente ficarem ligados o primeiro dia de circulação de selos emitidos pelos correios e designam-se por carimbos do 1º dia de circulação.

Criada em 1978, ao longo da sua actividade a secção esteve sempre preocupada culturalmente com acontecimentos que merecessem uma intervenção e que pudessem também ser marca de divulgação da história do concelho, do seu património valores e actividades, por todo o país e pelo mundo, já que tal marca postal era depois pedida por coleccionadores nacionais e de todo o mundo.

Neste âmbito a secção ligava, sempre que possível, o pedido de emissão dessa marca postal comemorativa aos então CTT (agora Correios de Portugal) com uma exposição filatélica onde estavam patentes várias colecções de renome nacional dentro devárias temáticas e assuntos e assim contribuir para o papel importante que o selo e a filatelia sempre teve na difusão cultural e formativa.

Com o funcionamento de um posto de correio especialmente criado para obliterar toda a correspondência que lhe fosse presente era também regra geral emitida uma peça filatélica, fosse ela um envelope alusivo,ou qualquer outra dentro de modalidades filatélicas - Maximafilia -

Como se tratava de uma secção muito activa – a 2ª mais importante de toda a região centro (distritos de Coimbra, Viseu, Guarda, Castelo Branco) com mais de 35 coleccionadores desde jovens a mais velhos era relativamente fácil congregar esforços e comungar trabalhos.

A dedicação de todos os coleccionadores congregava-se e revia-sesempre no entusiasmo do coleccionador Sr. Coelho – prematuramente falecido – e que foi de uma dedicação entusiástica e extrema.

O Clube ainda hoje possui expositores próprios em elevado número e pertenceu a diversos órgão dirigentes nacionais na área da filatelia.

Encontram-se ainda disponíveis para aquisição algumas dessas peças de filatelia marcofilia que estão assinaladas com -**- consoante revelem existir em stock muito limitado ou um stock com maior quantidade -***- ou em situação de raro -*- (imagens disponíveis no link Marcofilia).

 Julho 2017 
DSTQQSS
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031     
Não existem eventos definidos para este mês!